TOP FITNESS

TOP FITNESS

sexta-feira, 11 de março de 2016

Cinco anos de uma divida com o o povo da Floresta

    11 de março de 2011, a tragédia da Floresta!

No dia 11 de março de 2011, uma tragédia se abateu sobre a região da Floresta, uma bela comunidade  rural, com muitos agricultores um belo campo de futebol onde estes se reunião aos domingos para prosear, assistir futebol e tomar a sua bebidinha predileta. Tudo isso após o serviço religioso na capela e nas igrejas do local. Mas naquele dia 11, coincidentemente com a maior tragédia natural da história do Japão, a terra resolveu mudar o rumo da história daquela comunidade. Por sorte muitos danos materiais e poucas vitimas. Muita gente ficou desabrigada, o Governo Federal prometeu mais de 50 milhões de reais para a recuperação da área, muitos discursos em gabinetes acarpetados, mas pisar na lama de verdade, apenas o povo sofrido da região. Mas e de lá para cá o que mais foi feito? Como esta a Floresta? E sua agricultura? Como ficou o investimento milionário do criador de carneiros, Dr Valdomiro Persch, um projeto de excelência, dentro dos mais modernos preceitos da criação de caprinos, que gerava empregos e renda para a região? A partir de hoje vamos responder estas e outras perguntas sobre a Floresta aqui no blog numa série de reportagens em parceria com a AMAFLOR(imagens), a Associação de Moradores e Proprietários da Comunidade da Floresta. Neste  triste aniversário daquela tragédia, trouxemos imagens de arquivo que mostram exatamente o grau de desespero e terror por que passaram os moradores daquela comunidade.

2 comentários:

  1. Perguntar não ofende né ?
    Foi feito concurso certo ? Logo em seguida um PSS ilegal,certo ?
    Se o HMM é municipal... Dispensa o blá blá blá, certo ?
    Então, quando falta funcionário na saúde, enfiam o pessoal do PSS do Hmm no NIS,impedindo que algum funcionário faça extra,pq a prefeitura está na merda e não tem como paga e blá blá blá
    Agora que está em falta de funcionários no Hmm,ao invés de legalizarem as coisas pioram, sugam os funcionários, tem técnicas de enfermagem fazendo 24,48 hs direto de plantão, isto é contra a lei do COREN,mas como o ódio e nítido da diretora p com os munícipes que estao aguardando o concurso a diretora faz isso p não convocaram. E são só para as técnicas de fora,até mudou o horário para facilitar p elas. Enquanto as técnicas de Morretes são impedidas de transitar livremente, só podem trabalhar na clínica jamais no PS e Triagem. Se acham q é mentira...pergunte para a técnica antiga do dia,da noite...
    Hélder nós não vemos a hora de vc cair fora e essa corja toda sumir daqui.

    ResponderExcluir
  2. Revolta da enfermagem SIM12 de março de 2016 08:18

    É verdade !
    Tem uma de Pgua que anda com uma tonelada de maquiagem na fusa atende mal os pacientes, está tem privilégios enquanto as antigas,que na verdade somos só em 3 pq a diretora fez uma limpa contratando gente de fora chegam atrasada quem trabalha a noite tem q esperar até 8:30 não ganham extra mas no cartão é marcado 7 hs p as belezas,como souberam q foi tirado fotos disso,mudaram o horário das 8 ás 20 hs p beneficiar as de fora.
    A diretora colocou câmeras com áudio em toda parte,mas nós também temos celular p ter provas das coisas daqui.
    Hélder, Denise,Veronildo, vcs são uns monstros, desarmados, chego a pensar que não amam e muito menos respeitam o povo.
    Nosso voto vcs não levam,muito menos uma olhada na cara de vcs.
    Outra coisa,já teve denúncias várias, várias, pessoalmente para a gestora de saúde, prefeito, vereadores,ouvidoria,referente a ENFERMEIRA magricela que trata o povo no cóice e cada o retorno disso ?
    Tem outra de Antonina que não sabe nada foge do trabalho até erros com medicação teve,e continua trabalhando. O povo q se foda né Hélder ??

    ResponderExcluir