VEM COISA BOA POR AÍ!

VEM  COISA BOA POR AÍ!

segunda-feira, 6 de julho de 2015

VERMELHO, AZUL, AMARELO OU PRETO & BRANCO?

O que esperar do resultado de um concurso público que custou mais de 45 mil reais e arrecadou algo como 120 mil reais e apresenta uma questão faciosa sobre bandeiras, na  qual o objeto da sua da resposta são as cores, e exige uma resposta tendo como base uma imagem em preto e branco sem a menor possibilidade de identificação.  Esta questão tem que ser anulada e os seus organizadores serem chamados a responsabilidade.  Cabe aos participantes a uma vaga na Prefeitura de Morretes tomarem as devidas providencias para a anulação desta questão e ao mesmo tempo pedir a revisão do resto das provas para se certificar que não existiram outros problemas que tragam prejuizos aos postulantes das vagas.

sábado, 4 de julho de 2015

UMA COISA É UMA COISA, OUTRA COISA É OUTRA COISA!

ESTE CURSO NÃO SERIA EXCLUSIVO PARA AGRICULTORES? QUAIS FORAM OS CRITÉRIOS USADOS 

PARA A ESCOLHA DESSAS PESSOAS? AMIGOS, COMISSIONADOS, CORRELEGIONÁRIOS E PARENTES?



SETOR LITORAL DA UFPR 
PROCESSO SELETIVO ESPECIAL EM EDUCAÇÃO DO CAMPO: CIÊNCIAS DA NATUREZA

LECAMPO 
Edital n.º 26/2015-NC

RESPEITO PELA LIBERDADE E INDEPÊNDENCIA...04 DE JULHO É O DIA!



A Declaração da Independência dos Estados Unidos da América foi o documento no qual, as Treze Colônias na América do Norte declararam sua independência da Grã-Bretanha bem como justificativas para o ato. Foi ratificada no Congresso Continenta lem 4 de julho de 1776, considerado o dia da independência dos Estados Unidos, para estar pronto quando o Congresso votou sobre a independência. Adams convenceu a comissão para selecionar Thomas Jefferson para compor o projeto original do documento , que o Congresso deveria editar para produzir a versão final.
Consideramos estas verdades como auto-evidentes, que todos os homens são criados iguais, que são dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis, que entre estes são vida, liberdade e busca da felicidade.
Isso tem sido chamado de "uma das frases mais conhecidas no idioma Inglês , que contém "as palavras mais potentes e consequentes da história americana". A passagem passou a representar um padrão moral que os Estados Unidos devem se esforçar para alcançar. Este ponto de vista, nomeadamente, foi promovido por Abraham Lincoln, que considerou que a Declaração deve ser o alicerce de sua filosofia política, e argumentou que a Declaração é uma declaração de princípios através dos quais aConstituição dos Estados Unidos deve ser interpretada. Ela inspirou os documentos de direitos humanos em todo o mundo.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

COMEÇOU A CAMPANHA DE 2016


O Governador Beto Richa começou a fazer a campanha dos seus prefeitos aliados, e ai vai mandar para Morretes uma ambulância para atender nossa cidade. E claro já aproveitou e colocou no projeto politico que envove a doação desta ambulância o nome do deputado Luis Carlos Martins. Sempre lembrando que nas próximas eleições esta ambulância deverá ser citada como doação do deputado, mas comprada com o dinheiro do povo do Paraná. Esperamos que esta ambulância não fique parada no pátio da prefeitura por falta de documentos, como os tais onibus da saúde usados como moeda de troca eleitoral que apodrecem no pátio enquanto amigos do Prefeito alugam seus onibus para transportar nossos enfermos a peso de ouro.

terça-feira, 30 de junho de 2015

MINHA ENTREVISTA NO JORNAL DOS BAIRROS

O Jornalista Gilberto Fernandes me convidou para participar de uma matéria em seu belo jornal, o JB, Jornal dos Bairros, de Paranaguá.  este convite me deixou profundamente feliz, pois o assunto foi o Blog, sinal evidente que o nosso blog passou a ser uma ferramenta de informaçoes que transcende as fronteiras da nossa Morretes. Nestes seis anos de blog recebemos mais de 1.400 mil clicadas, recebemos mais de 100 mil postagens, publicamos mais de 34 mil e temos  como média/mes 30 mil clicadas, o que da 1 mil clicks/dia. Nestes seis anos acontenceram muitas coisas e sempre o blog se manifestou com isençào e responsabilidade, apesa de algumas agressões, mantivemos firmes o propósito de dar voz a todos aqueles que querem dizer alguma coisa sem correr o risco de sofrerem retaliações.  E este convite do Gilberto nos gratifica e com certeza os faz mais forte para continuar com o blog.  

VAMOS A ENTREVISTA:




Orley Antunes: um blog que se tornou ferramenta de defesa do povo morretense


Polêmico, ousado, destemido e com uma índole de personagem “Marvel”, sempre em defesa da cidade, principalmente de tudo que é justo, o blogueiro Orley Antunes de Oliveira Junior, nos últimos anos se constituiu na mais importante ferramenta de cidadania e transparência do povo de Morretes, através do seu blog www.orleyantunes.blogspot.com.br.
No alto dos seus 65 anos, quando está diante do notebook, Orley Antunes, se põe de capa, e empunhando a espada poderosa da informação, sem tréguas ou sustos, dispara postagens contra inimigos do povo, dilapidadores do erário, arrogantes “aspones” e tudo aquilo que faz mal para cidade que adotou como sua terra natal.
Casado com Cleusa Polidoro, Orley é o paizão de Orley Neto, Gustavo e Sabrina e o avô coruja de Lisa e Leonardo. Nos momentos que o coração não pulsa acelerado para o cuidado com a família, suas teclas esquentam a cabeça daqueles que esqueceram sua missão e compromissos com a população.
Assim, sem medo de ameaças e até de bombas jogadas na sua casa, mesmo sem mandato e sem carteira com brasão do Judiciário, Orley tem conseguido resgatar a autoestima de morretenses que se veem acuados por pressão de poderosos.
O blog, que se tornou um hábito na cidade pelos mais diversos motivos, nasceu pelo interesse de se defender e, hoje, virou caixa de ressonância de uma cidade. Nesta entrevista exclusiva ao JB ele fala um pouco de como tudo isso começou.

JB – Antes de entrar no blog, sabemos que você tem uma farta experiência na área do turismo no litoral, inclusive com um trabalho feito em Paranaguá. Fale dessa trajetória.
Orley – De fato, já trabalhei como secretário de Turismo com o saudoso prefeito Cavagnolli que, junto com o Marcy Pinto, foi um dos melhores prefeitos de Morretes após 1964. Fui também diretor da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Funcultur) no setor de turismo em Paranaguá, durante a gestão de Carlos Tortato, na época comandada pela querida professora Sandra Leal. E, aqui na cidade, fui secretário de Turismo novamente no período de 2001/2004.

JB – E o que o motivou para criar o blog?
Orley - No primeiro momento foi para me defender de uma série de agressões em cartas anônimas e blogs anônimos. Mas daí com o passar do tempo percebi que o fluxo maior do blog era de pessoas reclamando de alguns absurdos que aconteciam dentro do serviço público. A partir deste entendimento resolvi transformar o blog numa caixa de ressonância daqueles que precisam dizer alguma coisa sem o temor de ser cobrado ou de ser vítima de alguma vingança dos mais poderosos. Literalmente comprei a briga. O meu cardiologista disse que meu blog é o “divã da cidade”. É difícil de lidar, mas ajudar as pessoas sempre nos traz prazer. 

JB – Quanto tempo ele está na rede e qual a média de acessos?
Orley - A média é de 1.200 acessos/ dia, o pico foi de sete mil e o menor número nestes seis anos foi de pouco mais de 200 visitas no ano novo de 2012. Em setembro, dia 28, o blog faz seis anos e já recebeu quase 1.400 milhão de visitas e escreveram para o blog mais de 34 mil pessoas, contando com as que não publicamos, por conta de ofensas a pessoas, palavras agressivas, ou denúncias infundadas, senão seriam mais de 100 mil. 

JB – Porque investir numa poderosa ferramenta de comunicação?
Orley - A informação é tudo, hoje nada acontece se você não estiver antenado, ligado nas suas mídias disponíveis. A mídia em todas suas formas tem o poder de regular o setor público. Nada acontece sem que alguém fique sabendo em tempo real. E ainda o velho rádio é o vetor midiático mais democrático, o que mais alcança a população de todas as rendas, pois tanto para os ouvintes dos rádios dos mais sofisticados veículos de passeio quanto dos mais simples radinhos de pilhas, ligados nas mais simples casas da periferia tem o mesmo poder de informação. Como dizia um grande amigo, que já não está mais conosco, o radialista Lombardi Junior, o brasileiro não vive sem rádio.

JB – Qual público que você busca atingir e por quê?
Orley - Não tenho público específico de idade, renda ou classe social, não existe esta preocupação porque o blog não cobra inserções ou clicks.

JB – Porque o blog se tornou a caixa de ressonância do povo morretense?
Orley - Pelas possibilidades que ele oferece do leitor poder exercitar seus direitos de falar, cobrar, reclamar sem correr riscos de retaliação, ao mesmo tempo que procuro informar sobre o que acontece de bom ou de ruim na cidade. 

JB – Você permite postagens de anônimos, seria para dar voz para quem tem medo de expor suas injustiças?
Orley – Exatamente. Mas tem um detalhe, apesar das postagens serem anônimas elas são identificadas por mim, pois respondo civil e criminalmente por tudo que escrevo ou publico no blog. Então na verdade anônimas são as origens das informações, pois uma vez publicadas, levam minha assinatura!

JB – Você recebe uma média significativa de denúncias no blog, quais e de onde são as mais frequentes e as mais revoltantes?
Orley - Desrespeito de funcionários comissionados contra os servidores públicos municipais, mas isso está mudando e já percebemos uma alteração no comportamento destes servidores.

JB – A que credita a confiança dos morretenses em repassar o que ocorre de errado e injusto para você?
Orley - A absoluta confiança da destinação das informações e principalmente a certeza de que de forma alguma o que chega a minhas mãos terá as fontes reveladas. 

JB – Diante de tanta repercussão junto a população, você já foi ameaçado por este seu trabalho de cidadania em favor da cidade?
Orley - Já sim, ameaças veladas, cartas anônimas, agressões via blogs anônimos, bombas na minha casa, ovo podre e ameaças de processos. Mas isso tudo é irrelevante se considerar os serviços prestados pelo blog em prol da comunidade.

JB – Entre as muitas coisas que ocorreram no blog poderia citar uma delas?
Orley - Apesar do blog ter uma certa carga de dramaticidade, aconteceram neste tempo muitas situações engraçadas, como por exemplo denúncias de cunho pessoal como quem anda com quem, quem é amante de quem, onde se encontram, quais os meios, claro que este tipo de informação não publico, mas é muito engraçado. Além de pedidos para arrumar ruas, praças, limpeza de lixo acumulado e o legal é que se publica hoje e amanhã já está arrumado. Muitas vezes os dirigentes municipais não têm a informação para resolver estas questões, é onde o blog ajuda.

JB - Qual sua tendência política?
Orley - Boa pergunta. Sou contra qualquer tipo de injustiça pública, respeito as instituições, mas não reconheço nas pessoas o poder para dizer o que tenho que fazer ou dizer.
Como cidadão, temos o dever de cumprir as leis e nelas está explícito o artigo da Constituição que prega a isonomia, a igualdade entre os cidadãos brasileiros independente de credo, poder político ou outro recurso qualquer. Não tenho vocação para político, não consigo me conformar que um servidor público de Morretes com mais de 25 anos de trabalho ganhe salário mínimo, enquanto parceiros do prefeito, às vezes, sem nenhuma qualificação recebe quatro ou cinco vezes mais que o servidor de carreira. Mas espero dentro das minhas parcas possibilidades ajudar estes servidores a mudar seu destino. 

JB - No governo anterior qual a linha editorial do blog?
Orley - A mesma, sem mudar nada, cobranças diretas sem tréguas, e o interessante é que no passado o pessoal do governo dizia que eu era sustentado pelo Helder e os de agora dizem que sou sustentado pelo Amilton, isso me diverte.

JB – Quais seus planos junto ao blog para o futuro?
Orley - O blog já não me pertence, é uma instituição da sociedade morretense, com seus erros e acertos e que estaremos sempre em busca de melhorias e novas possibilidades no conteúdo e na linha editorial, mas sempre o foco será esse, o de regular através de denúncias e informações os atos públicos. Além do blog, ainda temos em sociedade com o Ariel Conforto, um jornal impresso com circulação mensal de 5000 exemplares, o Jornal Morretes Notícias.



A SOLIDÃO POLITICA DA PM EM MORRETES


As vezes as pessoas cobram alguns exageros da Policia Militar do Paraná. Mas a vida de um PM não é fácil, e em Morretes pior ainda. Nossa cidade apesar de seus quase 500 km de estradas possui uma unica viatura em estado operacional precário, e esta viatura só está rodando pelo esforço dos  PMs e pela ajuda de mecanicos locais que aceitam fazer pequenos reparos para receberem quando puderem ou resolverem pagar. Isso é uma vergonha para todos, a segurança pública é uma obrigação do Estado e com uma viatura apenas fica funcionalmente impossível estes agentes promoverem seus serviços de forma completa, que possam atender as necessidades da população em todas as localidades. Ainda soubemos que nos plantões dos finais de semana, os soldados se obrigam a fazer as refeições nas suas casas, desmobilizando a equipe e pondo em risco a segurança de toda a cidade. E tudo isso pelo descaso do Governador Beto Richa, pela insensibilidade deste governador que apesar de estar sempre pronto a fazer da PM seu exército, para poder através da violencia e da opressão consumar seus caprichos politicos, não dá as condições necessárias para estes policiais possam exercer seu trabalho com segurança. Impressiona também nesta situação o desinteresse do nosso prefeito, afinal quando interesses politicos falaram mais alto, o prefeito foi as ruas pedir para que o povo de Morretes reconduzisse este governador e hoje é incapaz de pegar no telefone e pedir para que um daqueles cabos eleitorais qualificados do Beto Richa leve a ele as dificuldades da nossa PM, já que não é capaz de faze-lo pessoalmente. Como sempre, para o nosso prefeito, interessa apenas o poder, o povo é apenas um detalhe. Esperamos dias melhores para a nossa Policia Militar, afinal aqui nasceram o Coronel Oskilde Malucelli, um icone da história moderna da PM, ainda os coronéis Malucelli, os Foltran, Hunzicker que com boa vontade poderiam dar uma olhadinha pela nossa cidade e quem sabe trazer novas esperanças para a segurnça publica da nossos moradores.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

CURUUUZEEESSSSSSSSSSSS


PREZADO COM "S"NUM DOCUMENTO QUE TEM RESPONSABILIDADE SERVIR DE INFORMATIVO PARA PARTICIPANTES DO CONCURSO PÚBLICO EM MORRETES, MOSTRA NA ESSENCIA NAS MÃOS DE QUEM CIRCULA O DINHEIRO PÚBLICO. É BRINCADEIRA!