Horas? Aqui!

quinta-feira, 24 de abril de 2014

MAU CHEIRO X MERENDA ESCOLAR



FOSSA NA ESCOLA DA MARTA

E aí Secretaria de Educação, na Escola da Marta os alunos, estudam, pegam a merenda, brincam no intervalo convivendo com uma fossa exalando mau cheiro. A Prefeitura nada faz para resolver isso, o Conselho Tutelar deveria  dar uma checada nesta hiistória. É um desrespeito aos alunos, aos professores, aos funcionarios administrativos, pois a tal fossa é ao lado da cozinha. Vamos se mexer secretária.

Omissão da Prefeitura no Mundo Novo do Saquarema

                Eliane e o esgoto que causa tantos problemas aos moradores
Recebi ontem um exemplar do JORNAL DOS BAIRROS, desta semana,veículo que tem como jornalista responsável Gilberto Fernandes de Paranaguá. E nele duas matérias correlatas chamaram a minha atenção. Ambas envolvendo a região do Mundo Novo do Saquarema, km 19 da BR277, aqui em Morretes. Os textos tratavam de situações que deixam claro o descaso do governo Helder com a saúde publica dos moradores daquele bairro. Segundo o JB, moram ali cerca de 500 pessoas entre adultos e crianças. Numa das matérias o assunto é o fechamento compulsório do posto de saúde e a outra fala da situação de desconforto e risco para a saúde dos moradores com o esgoto a céu aberto cortando seus terrenos, expondo-os a toda a sorte de riscos, principalmente as crianças. Segundo a moradora local, a Sra. Eliane Schonrock, na época da estiagem os moradores tem que conviver com o mau cheiro exalado das fossas supercarregadas de detritos e com os insetos que esta sujeira toda traz, e quando chove a agua carrega para dentro dos terrenos toda a sujeira dessas fossas. Uma situação de caos de inteira responsabilidade do município. A moradora que fez a denuncia espera que com as verbas anunciadas pela Secretária de Agricultura numa reunião da CMDR, Conselho Municipalde Desenvolvimento Rural, o Prefeito não só procure  resolver esta questão do esgoto a céu aberto como também em nome do bem estar da população reabra o posto de saude, o que facilitaria a vidas dos muitos idosos que moram na região. Seria importante que os Vereadsores procurassem os moradores locais e se interassem do assunto, somando seus esforços aos anseios dos moradores, numa cobrança para que tudo isso se resolva o mais rápido possível. 

quarta-feira, 23 de abril de 2014

ROLEZIN, ESSA GENTE AINDA VAI MUDAR O BRASIL!


Papel da imprensa

O assunto do momento  na midia é o tal rolezinho. Cada nova forma de manifestação coletiva que parece assombrar as ruas e enlouquecer os donos de lojas e seguranças de shopings traz a tona novas perguntas como “o que querem os jovens, para que serve o tal rolezin e outras perguntas mais são feitas pela sociedade, porém até agora sem respostas. Por enquanto a única verdade é que as manifestações parecem buscar sentido em si próprias, tal qual imagem de espelho. Na verdade o tal rolezinho é uma esécie de selfie grupal.
Só que é difícil acomodar grupos no espaço exíguo do shopping, programado para atos igualitários, mas individualizados na compra ou na contemplação de vitrines. Uma boa questão é a de se saber qual seria a reação a grupos compactos de jovens de pele clara ou brancos brasileiros. É certo, porém, que o colorido e iluminado igualitarismo daquele espaço é infenso à gradação forte dos fenótipos, isto é, aos coletivos “escuros”. Em si mesma, a arquitetura do shopping embute preconceitos.                    O espírito que preside a tudo isso é global, porque sem educação de qualidade que garanta a entrada de todos na ordem da produção, cabe aos menos favorecidos intelectualmente a inserção social pelo consumo. É o único caminho aberto pela ideologia neoliberal às massas, que anseiam pela confirmação coletiva de sua condição consumidora. O consumo é um território novo, onde a verdade é fato social, e o virtual aspira à realidade.  Isto é geral, vale repetir, mas em alguns dos fenômenos ancorados no artificialismo desse território, há particularidades locais, como o rolezinho, que é originariamente paulistano. É preciso frisar o “originário”, uma vez que, em tempos de internet, o local pode tornar-se rapidamente global pelo contágio viral das redes sociais. A mídia corporativa também contribui para isso na medida em que exagera o microevento, fazendo-o repercutir como grande notícia e ampliando, com um pano de fundo paranoide, as suas dimensões. Em outras palavras, a mídia tradicional também “sugere” a ubiquidade do evento. O medo é, assim, um grande vetor de ações. No shopping ou na rua, gente aglomerada e com “cara de povo” (a estesia ostentatória do consumo não apaga a diferença étnica) acaba provocando medo. É este o sentimento patético que transparece em comentários de jornais ou em colunistas de revistas, supostamente avançados e cultos.  O que fica mesmo evidente é que, nesta nova ordem social em que as emoções são sincronizadas pela internet, o pânico pode ser manejado também pelas massas como uma espécie de trunfo na manga contra a indiferença do poder de Estado às condições reais de vida. Por sua vez, entretanto, o mesmo Estado administra vários tipos de medo – a depredação das garantias trabalhistas, as ameaças veladas ao regime das aposentadorias, a insegurança das ruas etc.  Uma imprensa capaz de ponderar e de orientar seria um antídoto razoável para esta a síndrome de confusão. Para tanto, imprensa teria de ser algo muito diferente de shopping, quer dizer, algo além da mera oferta de objetos, serviços e shows. Sem reflexão e ponderação públicas, outros fenômenos dessa natureza tendem a aparecer, a irradiar-se nos espaços físicos do país e a amedrontar incautos e eleitoráveis. Afinal, como diriam os arautos do apocalipse, quem tem Copa do Mundo tem medo. No fundo o rolezin veio para mudar o Brasil, é a linguagem que os jovens estão usando para fazer a sua  parte na exigencia de mudanças administrativas e politicas que o país tanto precisa. Escutem os  jovens, agora são eles que estão com a palavra, do seu jeito, mas estão!

terça-feira, 22 de abril de 2014

VOX POPULI,VOX DEI!


Num estado com professores recebendo salários indignos, hospitais e postos de saúde sem o minimo de condições de atendimento, com  viaturas da Policia Militar sendo canibalizadas para poder  manter o serviço dentro dos parâmetros de segurança que a PM pode e tem capacidade de proporcionar, e outros problemas estruturais gravíssimos só poderia ser esta reação do povo do Paraná. Esta Copa do Mundo só vai servir para atender interesses politicos e financeiros de um grupelho de aproveitadores e oportunistas que passam a vida grudados no erário paranaense. 


21 DE ABRIL, 54 ANOS DE BRASÍLIA!

UM SONHO, UM SONHADOR


É a capital federal do Brasil e a sede do governo do Distrito Federal. A cidade está localizada na região Centro-Oeste do país,ao longo da região geográfica conhecida como Planalto Central. No censo demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 2010, sua população era de 2.562.963 habitantes A capital brasileira é a maior cidade do mundo construída no século XX. A cidade possui o segundo maior produto interno bruto per capita do Brasil (45 977,59 reais), o quinto maior entre as principais cidades da América Latina e cerca de três vezes maior que a renda média brasileira. Como capital nacional, Brasília é a sede dos três principais ramos do governo brasileiro e hospeda 124 embaixadasestrangeiras. A cidade também abriga a sede de muitas das principais empresas brasileiras. A política de planejamento da cidade, como a localização de prédios residenciais em grandes áreas urbanas, a construção da cidade através de enormes avenidas e a sua divisão em setores, tem provocado debates sobre o estilo de vida nas grandes cidades no século XX. O projeto da cidade a divide em blocos numerados, além de setores para atividades pré-determinadas, como o Setor Hoteleiro, Bancário ou de Embaixadas. O plano urbanístico da capital, conhecido como "Plano Piloto", foi elaborado pelo urbanista Lúcio Costa, que, aproveitando o relevo da região, adequou-o ao projeto do lago Paranoá, concebido em 1893 pela Missão Cruls. A cidade começou a ser planejada e desenvolvida em 1956 por Lúcio Costa e pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então presidenteJuscelino Kubitschek, Brasília tornou-se formalmente a terceira capital do Brasil, após Salvador e Rio de Janeiro. Vista de cima, a principal área da cidade se assemelha ao formato de um avião ou de uma borboleta. A cidade é comumente referida como "Capital Federal" ou "BSB". A cidade é considerada um Patrimônio Mundial pela UNESCO, devido ao seu conjunto arquitetônico e urbanístico. A palavra "Brasília" pode se referir ao Distrito Federal como um todo ou apenas à primeira Região Administrativa do Distrito Federal, que é formada basicamente pelo Plano Piloto e pelo Parque Nacional de Brasília. O Distrito Federal acumula características de município e estado. As outras regiões administrativas, também chamadas "cidades-satélites", que formam o Distrito Federal não são municípios.

Fonte - wikipédia

segunda-feira, 21 de abril de 2014

A PEDIDO DE UM LEITOR......


Sugestão interessante de um leitor do blog.

Vamos colocar os nomes?




"Anônimo21 de abril de 2014 11:35
QUE NOME PODERÍAMOS LEVANTAR AQUI PARA CANDIDATOS A PREFEITO ???????

POIS ACREDITO QUE ESTÁ NA HORA DE PENSARMOS NO FUTURO POLITICO DE NOSSA CIDADE.

MUITA GENTE BOA TEM POR AI, VAMOS LEVANTAR 10 NOMES ???"

MAIS BONITO!


A partir de hoje o blog esta diferente, mais bonito, mais fácil de acessar, continuamos com o mesmo formato editorial, apenas entendemos ser o momento de promover algumas mudanças no seu visual. Espero que seja do agrado de todos!