TOP FITNESS

TOP FITNESS

quinta-feira, 30 de junho de 2011


MALANDRO É MALANDRO, MANÉ É MANÉ kkkkkkkkkkkkkkkk

quarta-feira, 29 de junho de 2011


Falta exatos 1 ano e 100 dias para as eleições de Morretes. Não vamos nos deixar enganar......

domingo, 26 de junho de 2011

E AÍ? COMO FICA A COISA POR AQUI?

Governo estuda revitalização do terminal portuário de Antonina

AE Notícias

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística do Paraná estuda ações para a revitalização do terminal portuário de Antonina, no litoral. Entre outras medidas, está prevista a construção de mais 140 metros de cais no terminal público Barão de Teffé, informou o secretário José Richa Filho.

Segundo ele, também estão previstos investimentos para a construção de um novo armazém, e mais a pavimentação da área retroportuária, atualmente com 391.768 metros quadrados. "Os investimentos que o pré-sal trará para o litoral brasileiro são um grande motivador para que o planejamento viário seja um facilitador e indutor de novos empreendimentos no litoral paranaense, resgatando para Antonina a importância histórica que o município teve na economia estadual", acrescentou o secretário.

Desde 1994, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina arrendou para a iniciativa privada a área denominada Ponta do Félix, nas proximidades do cais Barão de Teffé, sentido Paranaguá. O terminal foi destinado para a construção, ampliação e exploração de instalações portuárias visando operações de carga e descarga de produtos congelados e afins. A área abriga na atualidade os Terminais Portuários da Ponta do Félix S.A. (TPPF).

Além de congelados, são movimentados no local açúcar e fertilizantes. Desde o início deste ano foram movimentadas 600 mil toneladas. "Para aumentar a produção nos terminais público e privado em Antonina, precisamos investir na infraestrutura e superestrutura portuária, e manter em condições de trafegabilidade os acessos rodoviário, ferroviário e marítimo", disse José Richa Filho.

Importância Histórica

O Porto de Antonina teve grande importância econômica no século XIX e já no século XX movimentou expressivo volume de erva-mate e madeira. No início do mesmo século, o terminal abrigou o complexo industrial e portuário da família Matarazzo. Na época, foi construído o ramal até a estação ferroviária de Antonina. A partir dos anos sessenta, começou o decréscimo de movimentação de mercadorias com os exportadores encerrando suas atividades. A inauguração da BR-277, em 1968, aumentou a preferência pelo Porto de Paranaguá.

PERGUNTAR NÃO OFENDE....

COM O A VEVITALIZAÇÃO DO PORTO, LOGO VAI TER AUMENTO OPERACIONAL, MUITOS CAMINHÕES, TRENS, ENFIM E MORRETES COMO FICA? A ALL USANDO A CIDADE DE FORMA PREDATÓRIA, CAMINHÕES ENORMES CRUZANDO NOSSAS RUAS PRINCIPAIS , ENFIM ESTE MOVIMENTO TODO PONDO EM RISCO O PATRIMÔNIO E A A VIDA DOS MORRETENSES. E O QUE MORRETES GANHA COM ISSO, SERÁ QUE OS NOSSOS POLITICOS NÃO PODERIAM EXIGIR CONDIÇÕES MELHORES PARA MORRETES? SERÁ QUE O POVO VAI TER QUE TOMAR ATITUDES POR CONTA PRÓPRIA? E AÍ PREFEITO, PRESIDENTE DA CÂMARA, O QUE VAI SER FEITO PARA AMENIZAR O ESTRAGOS DESTE MOVIMENTO PREDATÓRIA QUE SE ANUNCIA? SERÁ QUE O VEREADOR WILLIANS TEM OUTRO VÍDEO PARA MOSTRAR? VAMOS ESPERAR PARA VER O QUE VEM POR AÍ!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

O AUMENTO DO NUMERO DE VEREADORES GEROU EESE TIPO DE MANIFESTAÇÃO EM JARAGUÁ






O POVO DE JARAGUÁ, SC, SABE EXATAMENTE DO QUE PRECISA!

UM EXEMPLO PARA NÓS AQUI EM MORRETES!

VERGONHA....DESRESPEITO COM A CIDADE!


Recebi esta foto hoje...Um morretense indignado me passou!

Hoje, 24/06 às 13:30hs, o "Estacionamento de Luxo" esta bonito, tem até motos e carros em cima da Praça !!!!!
Só por Deus mesmo !!!

Porque os Vereadores não são capazes de fazer alguma coisa pelo local mais bonito da cidade. Que tipo de pressão faz estes vereadores se omitirem desta forma pelos abusos praticados em nome do interesse de 1 ou 2 comerciantes. Que espécie de acerto ou acordo existe que permite este tipo de violencia contra nossas praças. E ai eu pergunto, será que a Policia Militar não pode fazer nada para coibir este tipo de crime contra a cidade? Será que os nossos vereadores podem parar seus carros na Praça Ozório em Curitiba? e o Prefeito? Não se importa? Será que a nossa cidade não merece o respeito dos que vem aqui fazer turismo? Quem regula isso, e porque não regulam? E importante deixar claro que o governo passado também ficou de joelhos nesta questão, não é problema só desse governo. O que o povo precisa fazer para que esses politicos, e ai eu cito o Prefeito, todos os vereadores, tanto os independentes quanto os da base "aliada" do Prefeito. Vamos fazer o seguinte, já que ninguém tem coragem, vou começar mandando essa foto para os orgãos de imprensa e explicar o descaso com o ambiente público. Vou dar um prazo de 1 mes, para que seja regulamentado o estacionamento ali no trecho que vai do restaurante MY House até o Hotel Nhundiaquara. Ali deveria ser proibido estacionar, em nome da beleza plástica do lugar. Depois não adianta dizer que estou jogando contra, falo isso a anos já, e ninguém tem coragem de fazer algo. A partir de agosto vou ter o trabalho de fotografar e filmar o que acontece ali e aí vou encaminhar com textos para todos os orgãos de imprensa do Brasil.

quarta-feira, 22 de junho de 2011


NEY APÓIA NOVA CAMPANHA DA GAZETA DO POVO “ADOTE UM DEPUTADO ESTADUAL”
Lançada semana passada pelo colunista Rhodrigo Deda, que escreve semanalmente a coluna “O Coro da Multidão” no jornal Gazeta do Povo, a campanha “Adote um deputado estadual” despertou a admiração imediata do deputado Ney Leprevost. A proposta do idealizador é que os cidadãos despertem o interesse em acompanhar o “seu” deputado estadual adotando-o através de um processo conjunto de fiscalização da sua atividade parlamentar, no estilo colaborativo que consagrou a Wikipedia, a super-enciclopédia online onde qualquer internauta pode colaborar com o enriquecimento do conteúdo postando informações.
Para Leprevost, o cidadão não precisa ser filiado a nenhum partido político para exercer a cidadania e cobrar dos parlamentares um posicionamento firme a respeito de assuntos sérios que vão influenciar a sua vida. Manter-se vigilante ao fiscalizar o desempenho e a maneira como ele vota em questões polêmicas também é uma forma de cobrar a coerência com os princípios pessoais, morais e políticos que o seu candidato demonstrou ter durante a campanha pelo seu voto. Manter diálogo aberto e constante com o “seu político” é uma forma de fazê-lo saber quais são os seus anseios, suas opiniões, suas críticas e os limites da sua tolerância e confiança.

As melhores coisas que podem existir em uma democracia são a informação verdadeira e a liberdade de fiscalizá-la e acessá-la. Quem assume um cargo público e não quer ter uma simples e pequena lanterna de um cidadão apontada para si buscando a verdade, jamais merecerá os holofotes”, destaca Ney, acostumado a receber e a responder cada um dos muitos questionamentos de seus eleitores. Comunicador por natureza, Leprevost mantém diversos canais abertos para contato com os cidadãos, onde se faz presente diariamente: Twitter, Orkut, Facebook (com dois perfis), além de manter constantemente atualizado seu site www.neyleprevost.com.br, onde existem os links para seu email contato@neyleprevost.com.br e o Espaço Cidadão, no próprio site. “Recebi quase 80 mil votos na última eleição É claro que vez ou outra teremos uma voz dissonante em algum ponto deste amplo coro, mas esta pequena multidão tem que estar afinada de um modo geral, a fim de manter-se coesa e forte na busca de ideais em que a maioria acredite e de leis que possam beneficiar a todos”, ressalta Leprevost, que também está coordenando a criação do novo partido político PSD em Curitiba.“A participação colaborativa é a alternativa mais moderna e viável para mudarmos a forma de fazer política. É com esse espírito que esperamos identificar e atrair novos talentos para a vida pública aqui no PSD”, finaliza Ney.

A campanha “Adote um deputado estadual” pode ser acessada através do link http://www.gazetadopovo.com.br/colunistas/conteudophtml?tl=1&id=1136428&tit=Adote-um-deputado-estadual


segunda-feira, 20 de junho de 2011

Vou contar uma histórinha aqui que é o reflexo de uma realidade. Um tempo atrás eu tinha na minha casa uma cachorrinha chamada KIKA, de saudosa memória, um dia ela escapou e arranhou uma menina que passava na rua, e eu tive que bancar todo o tratamento da menina, afinal eu era o dono do cachorro.
Moral da história:

Quando um cachorro morde alguém, quem paga a conta é o dono.
Está dado o recado!

Antonina comemora sucesso de festival

Angel Salgado

As cerca de 2 mil pessoas que participaram do Antonina Weekend, na cidade litorânea, sábado e domingo, puderam apreciar os mais novos pratos do cardápio da culinária local, preparados por renomados chefs de cozinha de Curitiba. O festival gastronômico, que faz parte da campanha Viva + Antonina, agradou aos turistas que fizeram filas para entrar nos restaurantes e experimentar as no­­vidades colocadas à mesa.

Dentre as especialidades criadas, o peixe na folha de bananeira com leite de coco e banana da terra foi um dos pratos mais comentados pelo sabor e pelas características no preparo. A chef de cozinha Manu Buffara, “mãe” do prato, disse que a inspiração para a criação veio da própria cozinha local, que, segundo ela, se destaca pela peculiaridade no tempero e pela mistura de sabor. “Temos aqui um prato levemente picante, mas ao mesmo tempo doce por causa da banana. A combinação dá um algo a mais no paladar de quem o experimenta”, explica.

O sucesso do evento organizado pelo padre da paróquia de Nossa Senhora do Pilar, Marcos José de Albuquerque, foi muito comemorado pelos donos de restaurantes. “O Antonina Weekend é um novo momento para a região. Tivemos casa cheia nos dois dias e estamos muito satisfeitos com o resultado. Temos a certeza de que a ideia de inovarmos na área gastronômica foi aceita pelos turistas e abençoada por Deus”, afirmou Ana Luiza Correa de Souza, proprietária do restaurante Lê Bistrô.

domingo, 19 de junho de 2011

sexta-feira, 17 de junho de 2011

SALARIOS

BOPE - R$ 2.260,00 para arriscar a sua vida e salvar dos outros;

BOMBEIROS: R$ 960,00 para arriscar suas vidas e salvar dos outros

Professor - R$ 728,00 para preparar os filhos dos outros para a vida;

MÉDICOS - R$ 1.260,00 para manter a vida dos outros;

POLITICOS - R$ 17.000,00 para ajeitar a sua vida e atrapalhar a vida dos outros !!!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

SHOW DE IDÉIA


Adote um deputado estadual

Rhodrigo Deda • rhodrigodeda@gmail.com

Sem alardes nem cerimônias convido a todos a participar da campanha “Ado­te um Deputado Estadual”. O momento é propício. Na semana passada, em 8 de junho, fez um ano do ato público do Mo­­vimento “O Paraná Que Que­remos”, envolvendo milhares de pessoas em 12 cidades, que foram às ruas exigir medidas moralizantes na administração da Assembleia Legisla­tiva do Paraná. Capita­neado pela seção Paraná da OAB, o ato público foi um marco na história da mobilização pública do estado, no qual decidimos tirar nossa cabeça da terra, abrirmos os olhos para o colapso que tomava conta do Legislativo e nos anunciar­mos como atores da vida pública.

Naquele momento, o Legisla­tivo paranaense vivia uma crise da qual ainda não se recuperou integralmente, após as denúncias dos Diários Secretos, publicadas pela Gazeta do Povo e pela RPC/TV. A essa altura é desnecessário lembrar que as mudanças que lentamente vão acontecendo na “Casa do Povo” foram, e continuam sendo, fruto da pressão da sociedade. É desnecessário também dizer que sempre há o risco de retrocessos. Para evitá-los, na­da mais adequado que iniciarmos um processo conjunto de fiscalização da atividade parlamentar.

Como adotar

1) Escolha um deputado

Essa é a parte fácil. São 54. Na página da coluna na Gazeta e no Facebook há uma lista com informações sobre eles. Informe qual foi o parlamentar adotado na página da coluna de Facebook, ou envie e-mail. Assim, outras pessoas poderão comparti­lhar informações, ou escolher outros parlamentares para a adoção.

2) Mãos à obra

- Você pode criar um blog.

- Você pode criar uma página para acompanhamento parlamentar no Facebook.

- Você pode desenvolver um aplica­tivo-web que facilite a “adoção dedeputados”. (E então desenvolve­dores, quem se habilita?)

- Você pode enviar mensagens para a coluna se quiser discutir ideias de como acha melhor atuar.

3) Publique-se

Divulgue sua atuação, para que possamos juntos colaborar na fiscalização do Legislativo paranaense.

A ideia de adotar parlamentares não é nova. Estudantes mineiros de gestão pública começaram neste ano um projeto de monitoramento de deputados federais em Minas Gerais (www.adoteumdeputado.com/). Criaram a figura do “padrinho”, ou seja, a pessoa que se responsabiliza por acompanhar as atividades de determinado político, por “juntar” as informações que saem na imprensa, por fiscalizar os atos do deputado.

Por sorte, parte do trabalho que os mineiros vêm realizando já é realizado no Paraná. O Sistema de Monitoramento dos Eleitos pelo Estado do Paraná, mantido pela Rede de Participação Política, da Fiep, traz um banco de dados de notícias atualizado semanalmente a respeito da atuação de políticos. A Gazeta do Povo, em sua Editoria de Dados, oferece uma ferramenta que facilita a fiscalização de gastos de deputados. E, na página do Coro da Multidão, no site da Gazeta e no Facebook, está disponível a partir de hoje uma tabela com informações – gentilmente organizada pela jornalista Elisa Lopes – que facilita o contato com os parlamentares.

Ou seja, informação existe. O que falta é acompanhar de forma crítica a atividade parlamentar, fiscalizar gastos, cobrar posicionamentos claros dos parlamentares acerca da moralidade púbica e da fiscalização do Executivo, algo que hoje bastante raro. O desafio, então, é adotar um deputado para que o mandato seja exercido em sua plenitude.

Talvez você esteja se perguntando, mesmo com tantas informações disponíveis, como é possível “adotar” um deputado. Fácil. Acompanhe as propostas de lei e os posicionamentos do parlamentar na Assembleia. Verifique se o que ele declara publicamente – em plenário, em entrevistas e nas re­­des sociais – condiz com seu comportamento. Cobre dele a fiscalização do Executivo, cobre dele promessas feitas em campanha. Depois publique o resultado de suas observações num blog, no Twitter, mande carta para este jornal, para o colunista, faça co­men­tários na página da coluna no Facebook. Faça isso como parte de seu cotidiano e o risco de retrocessos na vida pública irá diminuir.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

É cruel, me desculpem os Coxa Brancas iguais a mim, sofredores, e etc mas essa frase achei muito engraçada.
"O coxa é igual o Bin Laden, assusta todo mundo e morre dentro de casa!!! "
A VERDADE DO SÉCULO XXI

Um aviso para os raivosos kkkkkk
Parece que está ruim? kkkkkkkkk

A coisa vai piorar kkkkkkkkkkkkk

terça-feira, 14 de junho de 2011

SURRA DE CHINELO

Nova derrota de Amilton e Porrua. A vitória da Vereadora mostra o quão impressionante são as atitudes tomadas por estes dois "políticos" da nova geração. A falta de qualidade na hora de projetar os resultados dos atos praticados é o que chama a atenção. Tomam atitudes fisiológicas, produzidas no calor do ódio, do rancor e aí os resultados são sempre negativos, pois eles não tem carisma para mobilizar seus seguidores. A única explicação é que devem escutar os idiotas rancorosos que os cercam, imbecis que tem como unica proposta destilar ódio e extravasar fracassos vividos. Só que nesta história toda o único perdedor é o Amilton, mas como disse um postador aqui, galinha que dorme com morcego acorda de cabeça pra baixo. E a propósito só para lembrar estes políticos, vou contar aqui uma histórinha, um dia antes das eleições de 2009 entrei na banquinha de revista e vi a Flávia cercada de amigos chorando copiosamente por achar que o Amilton perderia as eleições, lágrimas derramadas em vão, com certeza eles estão mostrando para a Flávia que ela jogou suas lágrimas no lixo. Ali Flávia chorou pelo defunto errado! O tempo mostrou...

PELEGO É SEMPRE PELEGO......

REALMENTE O AMILTON JOGOU A TOALHA POLITICA . A 480 DIAS DAS ELEIÇÕES, ELE E O PRESIDENTE DA CÂMARA RESOLVEM TIRAR A FLÁVIA DO CAMINHO, A MESMA FLÁVIA QUE TRABALHOU PARA ELES, PeTista COMO ELES, E QUE PARA EXTINGUIR COM A FLÁVIA MONTARAM UMA CHAPA PARA A ASSOCIAÇÃO DOS PROFESSORES. A PRESIDENTE QUE ESTA COMPETINDO COM A FLÁVIA É AQUELA PROFESSORA DA CRECHE, QUE TINHA COMO NORTE FUNCIONAL UM COMPORTAMENTO HETERODOXO, COMO VICE DA CHAPA, O PRESIDENTE DA CÂMARA COLOCOU SUA IRMÃ, E POR AÍ VAI, NUMA CHAPA ONDE ARRANCAR DA VEREADORA É A PROPOSTA, POIS QUEM SABE SEM ELA FICA MAIS FÁCIL NÃO PROMOVER OS AVANÇOS NECESSÁRIOS PRA MELHORAR O PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS QUE DEVERÁ SER MODIFICADO. OU ALGUÉM VAI ME DIZER QUE A IRMÃ DO PRESIDENTE VAI CONTRA SUAS VONTADES? ESTA POSTURA DO AMILTON NESTE MOMENTO MOSTRA COM TODAS AS LETRAS O QUANTO ELE É REFÉM DE SEUS AMIGOS DE OCASIÃO POLÍTICA. E PARA AS PROFESSORAS, APENAS A LEMBRANÇA, NA HORA DE VOTAR LEMBREM SEMPRE.... QUE PELEGO É PELEGO.......

É pau que não acaba mais.......



Começa retirada de madeira acumulada nos rios de Morretes
Um grupo de trabalhadores começou a retirar nesta semana a madeira acumulada no rio Jacareí em Morretes. O objetivo é retirar mais de 25 mil metros estéreis de material lenhoso, que será revendido para produção de energia e para marcenarias. Parte da renda obtida com a madeira será revertida ao Provopar Estadual, que espera arrecadar R$ 1,2 milhão para atender emergencialmente 200 famílias que viviam nas áreas afetadas pelas enchentes e deslizamentos de terra e hoje estão em situação de vulnerabilidade social no município de Morretes. A previsão inicial é de que o trabalho de retirada da madeira dure pelo menos três meses, podendo ser estendido, considerado o cuidado necessário com o estado natural da área afetada. O trabalho será concentrado em três áreas principais, ao longo do leito do rio, que são de terras públicas e foram demarcadas pela Defesa Civil, por haver risco de novos acidentes. É o caso da região denominada Floresta, na altura do quilômetro 18 da BR-277, em Morretes. Os trabalhadores envolvidos na retirada da madeira foram contratados na região. Nas áreas particulares, os proprietários podem usar a madeira para consumo próprio, mas estão impedidos de vender. O material também pode ser doado ao Provopar, que encaminha ao IAP um pedido para fazer a medição do volume de material a ser retirado, que depois será revendido e terá a renda repassada ao Provopar, nos mesmos moldes: R$ 28,00 por metro estéril de madeira retirada.
AE Notícias


Falta 16,033 meses para as eleições do nosso municipio. A corda está encurtando.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

NERVOS A FLOR DA PELE!!!!!!!!!!!!



As tremores no mundo político estão aumentando de intensidade, tirando o sono de muita gente. Articulações possíveis e até impossíveis de se imaginar, estão em andamento, o que com certeza vai fazer de 2012 um ano de muito choro e ranger de dentes. Estamos atentos, procurando a informação onde ela estiver e tentando trazer aqui para o blog, ou para o JMN, com o intuito de bem informar nosso leitor . Este mês de Junho/2011, é um mês chave nestas articulações. O JMN amanha estará nas ruas, e já traz algumas definições, principalmente do Marajá que diz no JMN numa entrevista exclusiva o que quer em 2012. Esperar para ver!

sábado, 11 de junho de 2011







Ontem deu na imprensa nacional que a Prefeitura de São Paulo vai colocar 450 milhões de reais para fazer o estadio do Corinthians, aqui no Paraná o Governo Municipal e Estadual, vão colocar mais de 170 milhões no estádio do Atlético. Este comportamento mostra que tipo de governo temos, onde as prioridades são arrancar dinheiro público, enquanto o povo passa fome, anda se espremendo como animais no transporte público, amanhecem em fila do SUS, assistem horrorizados a proliferação da droga mortal, o OXI, rezando para que seus filhos desassistidos não caiam em tentação, olham sem ter o que fazer o crescimento incontrolável da Cracolândia, a corrupção em todos setores do organismo público, onde as viceras publicas atacadas por bactérias oportunistas acabam dando cólicas sociais e uma cruel diarréia incontrolável no erário, o povo assiste um derrame de processos em tribunais de contas, mostrando irregularidades, mas que não levam a nada, ninguém é punido, assistem meninos assassinos de dezesseis anos sorrindo na TV dizendo que não vai dar nada a sua punição por ser menor, um governo que gasta milhões de reais em cartilhas ensinando que não precisa saber falar, desde que saiba votar, distribuem cartilhas ensinando as crianças a ser homossexuais, algo como lançar uma cartilha ensinando a ser gordo, e tudo isso ao custo de milhões, um país que começa a sentir o peso da inflação, que sobe de forma veloz e segura, colocando em risco todo o esforço do plano Real. Numa matéria da TV Globo, Jornal Nacional, ficou claro que o pobre paga 36% de impostos enquanto o Lula vai passear pelo mundo num jatinho da mesma empreitera que vai fazer o estádio do Corinthians. E ai não tem dinheiro para o hospital de Morretes manter uma maternidade, propiciar o direito dos pais morretenses ter seus filhos morretenses, como eu pude ter e outros, simplesmente porque é uma entidade civil, como a Baixada e o estádio do Corinthians. Na verdade vai sobrar para o povo, apenas se divertir em casas mortuárias. Pelo menos o morto sabe que aquele imposto ele não paga, a família paga, mas aí já é outra história.